Mergulho Autônomo em Galápagos

Para muitas pessoas, mergulhar nas ilhas Galápagos é um sonho de vida. Esse pequeno grupo de ilhas vulcânicas ao largo do equador oferecem um nível totalmente diferenciado de mergulho, por mais que haja outros pontos interessantes no oceano Pacífico, a oeste da América do Sul. O mergulho autônomo em Galápagos oferece um mundo de beleza natural sem precedente, com uma vida marinha que não é encontrada em qualquer outro lugar e uma sensação de quietude que irá agradar a quaisquer fãs de grandes paisagens ao ar livre. Você pode mergulhar nas ilhas Galápagos como parte de um pacote de live aboard de mergulho. Recomenda-se frequentemente que os turistas também participem de eventos em terra, que podem ser tão cativantes com o oceano, explorando a vida selvagem exclusiva dessas ilhas.

O lugar atende às expectativas de qualquer praticante de mergulho autônomo. Você precisa ver para crer.

7 Live aboards em Galápagos

    Nortada Live Aboard

    de US$ 698/ dia
    8,5 "Muito bom"

    GalápagosUS$698 de

    O design especial do casco do Nortada garante mergulhos mais suaves enquanto ele navega por Galápagos. Ideal para grupos de até 8 pessoas, ele inclui cabines espaçosas e banheiro privativo.

      Nortada Live Aboard

      Galapagos Aggressor III

      de US$ 717/ dia
      9,0 "Soberbo"

      GalápagosUS$717 de

      Veja cardumes de atum, tubarões-martelo e tubarões-baleia a bordo do MV Galapagos Agressor III. A embarcação de 3 metros oferece um live aboard em suítes de alta classe, recém-renovadas.

        Galapagos Aggressor III

        Humboldt Explorer

        de US$ 448/ dia
        8,7 "Fabuloso"

        GalápagosUS$448 de

        Oferecendo 8 cabines com ar condicionado, cada uma com uma vista gloriosa do oceano, Humboldt Explorer acomoda 16 passageiros em uma viagem para Galápagos, um dos melhores pontos de mergulho da terra.

        Humboldt Explorer

        A VIDA MARINHA NAS ILHAS GALÁPAGOS

        Muitos locais de mergulho possuem quantidades abundantes de certos animais ou criaturas, seja um tipo específico de tubarão, recife de coral ou baleia. Apesar disso, poucos conseguem oferecer uma vista de quase todos os grandes nomes do mundo subaquático em condições naturais. Um dos poucos lugares capazes disso no mundo são as ilhas Galápagos. Devido ao fato de que a região é um ponto de encontro de várias correntes oceânicas, os pontos de mergulho em galápagos possuem uma diversidade inigualável de vida marinha. Onde mais você pode ver pinguins, iguanas marinhas, tubarões martelo, tubarões-baleia e leões-marinhos em apenas uma tarde? Um mergulho em Galápagos não apenas permite que o mergulhador veja várias espécies e tipos de vida marinha, mas os veja em grande número. Juntamente com uma grande população de tubarões-martelo, você também poderá ver os tubarões de Galápagos, tubarões-seda e o tubarão-galha-preta. Você verá várias arraias-águia, que vão embelezar um espetáculo marinho que inclui garoupas, peixes-morcego, meros, e até mesmo cavalos marinhos nas partes mais rasas. A vida marinha do local é absolutamente vibrante, diversa e deslumbrante, tornando Galápagos um dos melhores pontos de mergulho do mundo.

        MELHORES LOCAIS DE MERGULHO NAS ILHAS GALÁPAGOS

        É até difícil saber por onde começar a mergulhar em Galápagos!

        Ao norte do arquipélago, fica a ilha de Wolf, em homenagem ao geógrafo Theodor Wolf. Além de golfinhos e leões-marinhos, a ilha conta com grandes grupos de tartarugas, tubarões-seda e tubarões-martelo. Dependendo da época, também há tubarões-baleia na área. Os mergulhos na ilha de Wolf costumam fazer parte de um live aboard de mergulho que passa por várias regiões de Galápagos.

        Você não pode ir até Galápagos e não curtir a vista da ilha de Darwin. A ilha é um dos pontos mais comumente visitados em viagens mais longas, bem como a ilha de Wolf. Por conta de seus recifes incrivelmente saudáveis, a vida marinha é abundante e variada, permitindo que você veja uma grande quantidade de tubarões e peixes como o peixe-anjo, peixe-morcego, peixe-papagaio, Peixe-trombeta e a barracuda. Mantas e arraias também são muito frequentes nesse local espetacular.

        Punta Carrion é um dos locais favoritos dos mergulhadores nas ilhas Galápagos. As condições de mergulho são muito favoráveis, permitindo que os mergulhadores se concentrem em curtir a vista fantástica e a variedade da vida tropical do lugar. Há uma grande quantidade de tubarões na área, que inclui tubarões-martelo e o exclusivo tubarão de Galápagos. Há muito movimento entre 12 e 18 metros, profundidade na qual os mergulhadores poderão ver a arraia mobula, leões-marinhos e o peixe-crioulo.

        É possível que a experiência mais fria que os mergulhadores tenham em Galápagos ocorra em Punta Vicente Roca. Lá, a temperatura da água abaixa um pouco, mas isso atrai uma variedade ainda maior de vida marinha, permitindo que você veja criaturas que não conseguiria ver em qualquer outro lugar. O peixe-lua é bastante recorrente nesse ponto, que tem uma forma única, enorme e impressionante. O fundo de areia do local, um mergulho de 22 metros, é lar do peixe-morcego de boca vermelha, bem como do raríssimo tubarão-touro de Galápagos. Pinguins e leões marinhos também são comumente encontrados durante os mergulhos nessa área.

        Cabo Marshall é a capital das arraias de Galápagos. As arraias gigantes aparecem frequentemente em busca das estações de alimentação e limpeza. Você terá uma boa chance de ver esses animais majestosos deslizando pelo mar, embora não seja garantido. As arraias mobula e gavião-do-mar são recorrentes nos dois pontos de mergulho mais frequentados da área. Os tubarões-martelo, tartarugas, leões-marinhos e o Tubarão-galha-branca-oceânico também são comuns no local.

        Cabo Douglas, na ilha Fernandina, é um lugar onde pode encontrar os brincalhões pinguins de Galápagos nadando em uma velocidade incrível. As condições do local são perfeitas para o mergulho em correntes, permitindo que os mergulhadores relaxem enquanto passam por diversas maravilhas oceânicas, incluindo as iguanas-marinhas, leões-marinhos e tartarugas-marinhas. A maioria dos peixes do recife podem ser encontrados em grande número, como o peixe-cofre, peixe-papagaio e o peixe-crioulo.

        AS MELHORES ÉPOCAS PARA MERGULHAR EM GALÁPAGOS

        Todas as épocas do ano são convidativas para mergulhar em Galápagos. É claro que há temporadas mais secas do que outras. Entre janeiro a junho, a região fica mais chuvosa e a temperatura da água, mais quente, variando entre 20 e 25 graus. Em estações mais secas, a temperatura da água varia entre 19 e 23 graus e é a temporada mais movimentada do ano, na qual você tem grandes chances de ver um tubarão-baleia. É sempre bom se proteger adequadamente com equipamentos por conta das temperaturas mais frias da água. Entre janeiro e maio, a temperatura do ar está mais quente e o clima é mais confiável, além de ser mais fácil encontrar tubarões-martelo e arraias. Por isso, alguns dizem que essa é a melhor época para visitar Galápagos.

        NÍVEL DE EXPERIÊNCIA NECESSÁRIA PARA mergulhar em GALÁPAGOS

        Grande parte das águas de Galápagos são calmas, suave e superficiais, ótimas para mergulhos relaxantes e mergulhadores iniciantes. É claro que há lugares ao redor das ilhas indicados para os mais experientes, então é melhor conversar sobre isso com sua operadora. As correntes dessas áreas podem ser fortes. Além disso, há superfícies instáveis e obstáculos rochosos, embora as águas costumam ser bastantes calmas abaixo de certas profundidades. Por mais que seu objetivo principal seja aproveitar os mergulhos, é sempre bom conversar com seu guia e expressar quaisquer preocupações, pois a segurança vem em primeiro lugar.

        COMO CHEGO A GALÁPAGOS?

        A região é bastante afastada, motivo pelo qual suas belezas permanecem tão intocadas. Dito isso, é necessário viajar bastante para chegar lá, mas seu esforço será recompensado com um dos melhores locais de mergulho da terra!

        Os turistas precisarão voar a partir do Equador, aterrissando em dois aeroportos internacionais (Quito ou Guayaquil), antes de pegar um voo doméstico para uma das ilhas, provavelmente San Cristobal ou Baltra. Normalmente, é nesses locais que os barcos de mergulho iniciam suas viagens. Caso você tenha programado um live aboard de mergulho em Galápagos, provavelmente a operadora pegará você no aeroporto como parte do pacote.

        Se inscreva já e receba ofertas semanais

        Obrigado por se inscrever - quer mais ofertas? siga-nos no facebook