Mergulhos Live Aboard em Bahamas

Só nas Bahamas você mergulha em águas cristalinas cheias de peixes pelágicos em meio a magníficos recifes de corais, cavernas ocultas, escombros históricos e paredões verticais.

As Bahamas são um arquipélago localizado no Oceano Atlântico. Dentre as suas 700 ilhas, apenas 30 são habitadas e contam com um total de 350 mil pessoas, o que faz deste país uma espécie de Meca para quem busca ilhas paradisíacas, águas cristalinas e uma farta vida selvagem. Seu nome vem do espanhol “baja mar”, que significa “águas rasas”. Fazendo jus ao nome que carrega, quase todas as áreas das Bahamas oferecem fácil acesso aos mergulhadores.Contando com um clima temperado, águas claras e um ambiente marinho exuberante, este é um dos lugares mais impressionantes do Caribe.

Na região de Exuma, que é composta por 365 ilhas, os mergulhadores que praticam mergulho livre (em apneia) ou autônomo encontram inúmeros recifes de corais e uma rica vida marinha. A numerosa população de tubarões no local são indícios de um recife saudável, no qual você também encontra arraias, garoupas, lagostas e muitos outros peixes tropicais. O mais interessante é que os grupos de espécies variam com as estações.


MERGULHE EM UM LIVEA BOARD NAS BAHAMAS

Uma das principais áreas de mergulho a se visitar é a reserva chamada Exuma Cays Land and Sea Park, cujo lema é “Tire somente fotos, deixe apenas pegadas”. A intensão aqui é proteger esse precioso ambiente sem privar as pessoas dele. Para isso, o local conta com a proteção do Bahamas National Trust, um órgão que administra diversos parques nacionais e áreas protegidas no país, minimizando os danos ao meio ambiente e proporcionando paz e tranquilidade em água primitivas e praticamente intocadas. Os pontos de mergulho que você pode visitar incluem: The Washing Machine, Cathedral, Jeep Reef e Austin Smith Wreck.

Aproveitando a grande quantidade de tubarões das Bahamas, em Tiger Beach, você pode mergulhar bem perto de espécies como o tubarão-tigre, o tubarão-limão, tubarões caribenhos de arrecife e muitas outras. Como os tubarões não são alimentados pelos humanos, essa aventura é considera o ápice do mergulho com tubarões.

Também é possível conhecer as românticas praias de areia cor-de-rosa na ilha de Eleuthera, cercada por recifes antigos e opulentos.

Para sentir o gostinho do que as Bahamas têm a oferecer, Nassau e Paradise Island trazem inúmeras possibilidades de mergulho, incluindo navios naufragados e o Lost Blue Hole, literalmente um “buraco azul” natural que pode ser explorado pelos mergulhadores. Outro ponto de mergulho é o “Fish Hotel”, um local com numerosos cardumes. Há pontos com diferentes profundidades para todos os tipos de gostos e mergulhadores.

SAIBA MAIS SOBRE OS LIVE ABOARDS NAS BAHAMAS

Os live aboards nas Bahamas geralmente duram 8 dias ou 7 noites e contam com diárias a partir de US$ 300, excluindo o aluguel de equipamentos, que pode sair a US$ 175 para uma viagem de 7 dias e o Nitrox, a partir de US$ 100 por viagem. Recomenda-se que todos os passageiros façam um seguro viagem/mergulho.

Há cerca de quatro itinerários por mês nas Bahamas, que aceitam no máximo 14 passageiros, os quais devem ter seu próprio certificado Open Water, não importa o nível de experiência que possuam. Todos são bem-vindos! No live aboard, a prioridade é a sua segurança, por isso, a equipe de mergulho sempre oferece instruções completas antes de cada a atividade e confere se tudo está certo antes de partirem para o mergulho.

Os live aboards das Bahamas contam com acomodações luxuosas e confortáveis e uma equipe profissional e experiente. Você terá a chance de participar de 5 mergulhos por dia (incluindo mergulhos noturnos) e, entre os intervalos, poderá relaxar e desfrutar das refeições fresquinhas que são servidas na viagem.

DICAS PARA OS VIAJANTES

É possível mergulhar nas Bahamas em qualquer época do ano. Cada estação proporciona um tipo diferente de experiência, tudo com seu próprio charme. Na primavera, de abril a maio, você encontra inúmeros mahi-mahi ou dourados-do-mar, uma espécie bem única que não é muito comum. Já no inverno, de novembro a março, há muito mais chances de encontrar diversos tubarões-martelo, uma experiência sem igual.

As temperaturas e as condições de mergulho podem variar, mas não de forma extrema a ponto de impedir que alguém entre na água. Novembro dá início à temporada de inverno, trazendo frentes frias de tempos em tempos – muitas delas são leves e, quando mais fortes, diminuem a visibilidade, mas só por um dia ou dois. Nesse período, as águas têm entre 25 °C e 26 °C, ou seja, mesmo no inverno, a temperatura para mergulho ainda é agradável. O verão, que vai de junho a setembro, apresenta as melhores condições, com as águas em torno de 30 °C. Agosto é o mês com mais risco de tempestades, embora não seja um evento muito frequente e só afete a visibilidade por um ou dois dias.

A língua oficial das Bahamas é o inglês e sua moeda é o Dólar bahamense, embora o Dólar Americano seja amplamente aceito também. Na maioria dos casos, é possível obter um visto de 3 a 8 meses. Nenhuma vacina é obrigatória para entrar no país, mas é sempre bom estar com a carteira de vacinação em dia antes de qualquer viagem.

Não existe maneira melhor de visitar esse pitoresco arquipélago do que em um live aboard nas Bahamas, explorando o mundo subaquático em uma viagem fácil, confortável e prazerosa. Sua experiência certamente será inesquecível.

PORTOS DE PARTIDA E COMO CHEGAR

Os live aboards das Bahamas geralmente partem de Nassau – capital que abriga 70% de toda a população do país e conta com o Aeroporto Internacional Lynden Pindling, o principal ponto de entrada das Bahamas. É muito fácil chegar a Nassau de avião partindo de diversas cidades brasileiras, incluindo as capitais Rio de Janeiro, São Paulo e Belo Horizonte. Também é possível ir e vir de outras ilhas em balsas ou navios de cruzeiro, aportando em Prince George Wharf.

Outro ponto de partida para alguns itinerários é a Grande Bahama, com voos de ida e vinda no Aeroporto Internacional de Grand Bahama (o código do aeroporto é FPO). O traslado geralmente não está incluindo na passagem – leva de 30 a 45 minutos de táxi até Old Bahama Bay e custa aproximadamente US$ 75.


Bahamas Comentários

  • 8,8 Fabuloso
  • 31 Comentários Verificados