Cruzeiros de Aventura no Ártico

6barcos peq. emÁrtico

A chance de ver os ursos polares em seu ambiente natural vagando entre os icebergs flutuantes.

Um destino especial com vida selvagem abundante e uma chance de contemplar lindo fenômeno natural que é a Aurora Boreal.

Os cruzeiros do Ártico são a maneira perfeita de desfrutar uma parte totalmente intocada do mundo e experimentar uma verdadeira aventura. Viajantes aventureiros sempre procuraram o círculo ártico pra encontrar animais selvagens e paisagens espetaculares não vistas em qualquer outro local. Ao contrário da Antártida, o Ártico é o lar de não apenas uma vida selvagem especial, mas também pequenas e resistentes populações de pessoas com culturas bastante específicas.

Um cruzeiro no círculo ártico oferece a oportunidade de explorar paisagens completamente novas com geleiras, gelo marinho e tundra congelada. Cada uma dessas paisagens comporta diferentes tipos de vida animal desde ursos polares até bois-almiscarados. No mar, as baleias jubarte e as orcas podem ser vistas migrando para o Ártico para se alimentar de cardumes de arenque e colônias de focas.

Ártico - 6 cruzeiros

    Hondius

    Hondius

    ÁrticoUS$2,415 de

    Explore the Arctic region in comfort and style aboard the MV Hondius cruise ship. Equipped with stabilizers and with he highest Polar class notation for ice-strengthened vessels, the MV Hondius optimizes opportunities for adventure and exploration.

      Hondius
      Expedition

      Expedition

      de US$ 236/ dia

      ÁrticoUS$3,710 de

        Junte-se ao MS Expedition num cruzeiro em barco pequeno no Ártico. Procure ursos polares, focas e baleias enquanto veleja por fiordes espetaculares. Seis classes de cabine atendem todos os orçamentos.

        Expedition
        Noorderlicht

        Noorderlicht

        de US$ 272/ dia

        ÁrticoUS$4,359 de

        O s/v Noorderlicht é um tradicional barco de 2 mastros que veleja o norte da Noruega/Spitsbergen o ano todo. Atendendo 20 hóspedes em 10 cabines, ele oferece observação de baleias e da aurora boreal.

        Noorderlicht

        Melhores destinos de cruzeiros no Ártico

        O mar da Gronelândia é um dos principais destaques de qualquer cruzeiro do oceano Ártico com suas enormes extensões de gelo e suas formações perfeitas. Esta é também uma das maiores áreas de criação de focas-de-crista e focas-da-Groenlândia no mundo que, por sua vez, atraem orcas. Mais conhecidas como baleias assassinas, as orcas são vistas nadando pelo Mar da Gronelândia, mostrando sua beleza. A baleia-da-groenlândia é outra atração comum, especialmente porque os números da espécie aumentaram nos últimos anos, esta é a única baleia que vive exclusivamente nas águas do Ártico.

        A Noruega é um dos ponto favoritos para os cruzeiros de navio no Ártico. O norte da Noruega é uma região visualmente deslumbrante. A paisagem é montanhosa com fiordes impressionantes e cachoeiras enormes. Muitos visitantes vão lá para testemunhar a Aurora Boreal, que pode ser vista durante a maior parte do ano ao redor do norte da Noruega.

        Muitos cruzeiros polares também ocupam o litoral do norte da Noruega, incluindo a ilha de Spitsbergen, no arquipélago de Svalbard. Este é um lugar para todos que querem encontrar vida selvagem no Ártico e observar ursos polares, renas e raposas árticas. Nas águas oceânicas e na também na costa é possível ver morsas, golfinhos e baleias, e também uma grande quantidade de aves marinhas. Esta região é também o lar de vários fiordes e geleiras que são perfeitas para caminhadas e fotografia.

        A Islândia é um ponto de partida popular para os cruzeiros do Oceano Ártico e é o lar de uma série de atividades de aventura para os visitantes. Caminhadas em geleiras e o caiaque, oferecem a chance de ver paisagens fascinantes e também te dão a possibilidade de finalizar com um mergulho em um spa geotérmico. Os geysers também são uma atração intrigante, grandes bocais de água que explodem da terra, dando um show espetacular. A vida selvagem também é abundante na Islândia, com raposas árticas, papagaios-do-mar, renas, morsas, baleias e golfinhos.

        Do outro lado do Ártico, o norte do Canadá é uma das poucas áreas da região que está habitada. Os cruzeiros polares no norte do Canadá dão aos seus hóspedes a oportunidade de conhecer as comunidades locais e ter uma experiência única dentro de sua cultura. Ao olhar a paisagem congelada, você pode identificar ursos polares, coelhos árticos, bois-almiscarados e morsas. Os fotógrafos também encontrarão grandes icebergs e formações glaciais, perfeitos para tirar fotos fantásticas.

        Além de toda a aventura e a vida selvagem, há uma atração particular que atrai grande número de pessoas para o Círculo Ártico, a Aurora Boreal. Este espectacular show de luzes espaciais pode ser testemunhado no norte da Noruega com cruzeiros perseguindo a previsão do tempo, para dar aos visitantes a chance de testemunhar o evento que acontece quando as partículas do sol eletricamente carregadas entram em contato com nossa atmosfera.

        Melhor época para fazer cruzeiro no Ártico

        A melhor época para visitar o Ártico vai depender do que você deseja ver e quais atividades você deseja fazer durante sua viagem. A estação de cruzeiros do Oceano Ártico é de maio a setembro, quando o gelo derrete e cruzeiros de barcos pequenos podem passar para explorar a região sem serem bloqueados pelo gelo da superfície. Durante este período, a região possui 24 horas completas, muitas vezes com dias de sol, perfeitos para observar a vida selvagem e tirar fotos. No Ártico, em setembro, o clima começa a ficar mais frio e os dias se tornam mais curtos, no entanto, este é o melhor momento para ver a Aurora Boreal.

        No início da temporada, até meados de junho, é a melhor época para aqueles que querem ver as formações de gelo antes que elas derretam nos meses mais quentes. Icebergs ainda podem ser vistos durante este período e este é um dos melhores momentos para ver baleias jubarte e, também, é a alta temporada para os narvais. Ursos polares e morsas podem ser vistos caçando nas geleiras enquanto os grupos exploram as áreas em barcos infláveis.

        As temperaturas começam a aumentar no final de junho, derretendo gelo e expondo a tundra ártica que floresce e permite mais atividades de trilhas. Este é o melhor momento para ver animais selvagens como o boi-almiscarado, as raposas árticas e as aves marinhas que migram para cá em meados de junho. Os visitantes observar papagaios-do-mar, golfinhos e gaivotas-tridáctilas que vieram aninhar em torno da Islândia e das Ilhas Faroé nesta época do ano.

        Como chegar no Ártico?

        Alcançar o norte da Noruega é possível através de um voo para Spitsbergen a partir de aeroportos em Oslo ou Tromsø, que se conectam a vários destinos internacionais. Algumas viagens que levam para as ilhas escocesas, as Ilhas Faroé e para Noruega, partem de Edimburgo, na Escócia. Edimburgo possui um aeroporto internacional com conexões para a Europa e outros destinos. O melhor maneira de chegar na Islândia é através do voo para o aeroporto internacional de Reykjavik, a maioria dos cruzeiros que partem da Islândia saem do porto de Reykjavik. Por outro lado, para chegar no Ártico do Canadá é possível através de um voo saindo de Ottawa, na região de Ontário, no Canadá, com destino a Iqualuit, que fica na Ilha de Baffin.

        De onde partem os cruzeiros no Ártico?

        Cruzeiros do Ártico, com destino a área Longyearbyen, no norte da Noruega, partem do porto de Spitsbergen em Longyearbyen, que é acessível através de um voo vindo da Noruega continental. Cruzeiros alternativos saem de Reykjavik e Longyearbyen, ou começarão em um desses portos e terminarão no outro. Também é possível voar para o aeroporto de Constable Pynt, na Islândia, como opção de ir a Reykjavik. Alguns também partirão de Edimburgo na Escócia, e essas viagens normalmente incluem as ilhas escocesas e os fiordes noruegueses como parte da viagem.

        Dicas de cruzeiro no Ártico

        Os cruzeiros em barcos pequenos no ártico são uma verdadeira experiência de aventura e possuem uma pequena janela de oportunidade quando a região é acessível. É aconselhável planejar qualquer viagem ao Ártico com antecedência, não só devido à disponibilidade limitada, mas também porque ao embarcar uma expedição como esta, é importante ter certeza de todos os detalhes.

        Um dos grandes apelos do Ártico é o seu afastamento e as condições climáticas extremas, por isso, é importante levar em consideração alguns aspectos da sua viagem. Os atrasos não são incomuns, considerando as condições climáticas e a importância da segurança em um local tão remoto. É aconselhável chegar alguns dias antes do seu cruzeiro sair para evitar qualquer risco de perder a partida.

        Pesquise a melhor época do ano para visitar o Ártico para fazer as atividades que combinem com seus interesses. Verifique os itinerários para garantir que você possa participar de todas as experiências culturais e observar a vida selvagem que você planejou. Por exemplo, se você estiver procurando caminhadas e observação de aves, verifique a temporada na região que está visitando. Além disso, algumas regiões são melhores para ver certos animais selvagens como, por exemplo, o Ártico canadense, que é ótimo para boi-almiscarado, raposas árticas e coelhos árticos.

        O afastamento do Ártico significa que trazer tudo o que você precisa é muito importante. Você vai achar que as grandes cidades de partida como Reykjavik têm amplas instalações, mas, uma vez que você sair delas, provavelmente não terá a oportunidade de pegar as coisas que deixou para trás. Pode parecer estranho, mas o protetor solar é um dos itens obrigatórios no Ártico, já que 24 horas de sol tornam isso uma necessidade. As roupas quentes são, claro, uma obrigação e, embora alguns passeios ofereçam jaquetas para os hóspedes, muitas pessoas optam por trazer o seu próprio, para se sentir mais confortável.

        Dependendo de onde seu ponto de partida é, você pode precisar de um visto para viajar para o Ártico. Os requisitos de visto dependerão do acordo entre o país de partida e seu país de origem. A maioria não requerem um visto para a Islândia ou a Noruega, mas você precisará de um passaporte válido ou de um cartão de identidade da União Europeia. Se você não possui uma identidade da União Europeia, terá que mostrar o comprovante de renda que comprove a sua manutenção durante a viagem. As moedas mais comuns no Ártico são a Coroa Islandesa, a Coroa Norueguesa e o Dólar Canadense. Os cartões são amplamente aceitos e vale a pena observar que esses países são bastante caros, é importante garantir que você tenha dinheiro suficiente com você para sua viagem.

        Se inscreva já e receba ofertas semanais

        Obrigado por se inscrever - quer mais ofertas? siga-nos no facebook