Live aboards na Grande Barreira de Coral

Spoilsport Live Aboard

Spoilsport Live Aboard

de US$ 330/ dia
9,3 "Soberbo"

AustráliaUS$1,457 de

O excepcionalmente suave Spoilsport, de 30m, tem um casco projetado para melhorar a estabilidade enquanto ele navega pelo Mar de Coral, Austrália. Recursos de câmera e Nitrox disponíveis.

    Spoilsport Live Aboard
    Ocean Quest Live Aboard

    Ocean Quest Live Aboard

    de US$ 167/ dia
    8,9 "Fabuloso"

    AustráliaUS$504 de

    Visite nos confins da grande barreira de corais em grande estilo a bordo do Ocean Quest, de 36m. Suas 23 cabines têm banheiro, ar condicionado e TV para uma viagem perfeita.

      Ocean Quest Live Aboard
      ScubaPro III

      ScubaPro III

      de US$ 196/ dia
      9,2 "Soberbo"

      AustráliaUS$590 de

      • WiFi Grátis

      Viaje para a grande barreira de corais no ScubaPro III. Com um máximo de 32 hóspedes em 16 cabines com ar condicionado, ele oferece um ótimo custo-benefício.

      ScubaPro III

      O QUE ESPERAR DE UM LIVE ABOARD NA GRANDE BARREIRA DE CORAL

      Reserve um live aboard na Grande Barreira de Coral, Austrália, e você terá a chance de mergulhar em um lugar que está não só na lista de quase todos os mergulhadores do mundo mas também de muitos turistas. Live aboards na Grande Barreira de Coral visitam essa região famosa internacionalmente como um destino imperdível por seu visual e sua incrível vida subaquática. Não é raro saber que alguém tem como objetivo de vida mergulhar nesse sistema de recifes de 2300 km com beleza sem igual. Uma das Sete Maravilhas Naturais e Patrimônio da Humanidade, é O LUGAR para se mergulhar em nosso planeta. Uma viagem em live aboard é a melhor opção para explorar as mais de 900 ilhas e 2900 recifes independentes, formando um impressionante cordão de cor turquesa se estendendo da Lizard Island, ao norte de Queensland, até as proximidades da Heron Island, no sul do “Sunshine State”.

      Um live aboard para a Grande Barreira de Coral o levará às águas tropicais cristalinas do Mar de Coral, composto por bilhões de corais que dão a ele o status de maior ser vivo do mundo. É tão extenso que pode ser visto do espaço e mesmo que uma pessoa passasse toda sua vida explorando a região não conseguiria vê-lo por inteiro. Existem passeios de um dia para a região mas, dessa forma, só é possível visitar os corais internos, bem mais movimentados, por algumas horas e voltar com a sensação de que precisava de mais tempo para explorar o que está à disposição ali. A melhor forma de aproveitar de verdade as maravilhas subaquáticas dessa estrutura icônica é em um live aboard de mergulho com alguns dias de duração, dando a chance de conhecer mais da vida que floresce nos recifes. Mesmo assim, você sentirá que somente tocou a superfície (com trocadilho!) e vai querer voltar o mais rápido possível.

      DEBAIXO DAS ÁGUAS DA GRANDE BARREIRA DE CORAL

      Ao visitar o maior sistema de corais do mundo, pode estar preparado para encontrar tudo o que você imaginar em um live aboard na Grande Barreira de Coral. Toda uma gama de peixes de coral como o peixe-palhaço, o peixe-fuzileiro, o peixe-borboleta, o peixe-anjo e o peixe-morcego pode ser encontrada, sempre com o belíssimo cenário de corais duros e moles da região.

      Observando com atenção (ou ainda seguindo as dicas de seu guia de mergulho), você poderá ver uma grande variedade de pequenas criaturas e ótimas oportunidades de fotografia macro como moluscos nudibrânquios e pequenos e graciosos camarões. Mas certamente você não precisará de ajuda para ver os muitos tubarões de recife, as elegantes tartarugas (verdes ou amarelas) e as grandes arraias que frequentam muitos dos itinerários de live aboard na região. Tenha sempre sua câmera a postos para não perder nenhum deles em seu habitat natural. Outros animais que já foram vistos na região incluem serpentes marinhas, chocos e moréias-leopardo.

      Alguns pontos de mergulho tem suas próprias atrações especiais, nenhuma delas mais famosa do que a simpática e curiosa garoupa-batata do Cod Hole, na região norte dos Ribbon Reefs.

      Toda essa efervescente vida está presente ao longo de todo o ano mas se você visitar a região entre junho e dezembro ainda poderá ver a baleia-de-minke, baleias-jubarte, golfinhos e a espetacular fecundação dos corais.

      Mas não é só o espetáculo natural dos recifes e seus corais que podem ser vistos na região. O naufrágio do SS Yongala é amplamente reconhecido como um dos pontos de mergulho mais interessantes do mundo, posicionado na ponta sul do recife.

      PONTOS DE MERGULHO DA GRANDE BARREIRA DE CORAL

      Seria ingênuo tentar descrever todos os pontos de mergulho da Grande Barreira de Coral sem correr o risco de escrever um catálogo gigante. Alguns dos pontos altos, disponíveis em muitos itinerários, estão abaixo.

      OSPREY REEF: Famoso por seus mais de 40 metros de visibilidade e encontros com tubarões na região do North Horn. Encontra-se no Mar de Coral e pode ser acessado em live aboards saídos de Cairns, dando a chance aos mergulhadores de explorar uma série de cavernas e arcos, compondo uma experiência divertida para qualquer mergulhador.

      RIBBON REEFS: Ao norte de Cairns, é bastante isolado, sendo acessado somente por alguns live aboards. Formam uma sequência de dez recifes individuais que oferecem um ecossistema em ótimas condições por causa de sua temperatura agradável e distância da civilização.

      MILLN REEF: Um ponto perfeito para mergulho e snorkel e também um local especial para mergulhos noturnos quando podemos ver tartarugas dormindo. Consiste em três grandes pilares de coral a aproximadamente 60 km de Cairns.

      FLYNN REEF: Lar da mais exuberante floresta de corais da Austrália, é um local para se ter a total dimensão da grande quantidade de espécies de corais duros e moles da região.

      COD HOLE: Abriga uma família de simpáticas garoupas-batata que deixam tirar fotos sem problemas. Onde mais você poderia tirar uma selfie com um peixe provavelmente maior do que você? Curiosos e amigáveis, adoram interagir com os mergulhadores. Também aparece por ali o ainda maior peixe-napoleão. O local é parte do Ribbon Reefs.

      LIZARD ISLAND: Um parque nacional na ilha de mesmo nome, ao norte da Grande Barreira de Coral. Um paraíso tropical, perfeito para relaxar após alguns dias mergulhando ou para aquecer as habilidades de mergulho nas calmas águas da região.

      NORTH HORN: Uma das regiões mais conhecidas do Osprey Reef principalmente pela abundância de tubarões na área. É praticamente garantido encontrar diversas espécies como o tubarão-cinzento-dos-recifes, o tubarão-seda, o tubarão-de-ponta-prateada e o tubarão-martelo.

      BOUGAINVILLE REEF: Com posição privilegiada, esse recife se encontra na região externa da Grande Barreira de Coral. Por isso, só é visitado por live aboards e, mesmo assim, quando as condições estão favoráveis. Como resultado, um ecossistema impecável onde podemos encontrar arraias e tartarugas.

      NAUFRÁGIO DO SS YONGALA: Um naufrágio considerado um dos pontos de mergulho mais interessantes do mundo. Afundado em 1911, o navio está relativamente intacto. Com o passar dos anos, corais e diversas outras formas de vida marinha foram se alojando no naufrágio, criando um dos pontos mais especiais de toda a Grande Barreira de Coral.

      DICAS AOS MERGULHADORES

      Existem mergulhos para todos os estilos na Grande Barreira de Coral, das calmas e mornas águas para os iniciantes às desafiadoras cavernas para os mais experientes. Para alguns roteiros é necessário comprovar a experiência embaixo d’água mas outros não exigem número mínimo de mergulhos. A maior parte das vezes é possível alugar o equipamento necessário (sempre certifique-se antes de viajar) mas não esqueça suas informações de mergulhador. É bom estar com sua caderneta de mergulhos para registrar tudo que irá experimentar nos passeios. A visibilidade é incrível, geralmente ultrapassando os 25 metros e algumas vezes chegando a 40. A temperatura da água vai de 22 a 30 graus.

      A língua oficial da Austrália é o inglês com alguns membros das equipes falando outros idiomas em alguns casos. A moeda oficial é o dólar australiano e caixas eletrônicos estão por toda parte em terra (mas não nos barcos!). Acesso à Internet, serviços de saúde e transporte funcionam muito bem na Austrália mas não deixe de contratar um bom seguro de viagem.

      CHEGANDO À GRANDE BARREIRA DE CORAL

      Sem dúvida, a melhor maneira de explorar as águas da Grande Barreira de Coral é cortando o oceano em um cruzeiro de mergulho em live aboard australiano

      A Liveaboards.com oferece os mais diversos cruzeiros para diferentes orçamentos. A maior parte sai do porto de Cairns, em Queensland. Existem outros aeroportos locais (Townsville, Rockhampton e Lizard Island, por exemplo) que recebem viajantes através de escalas na Austrália mas a melhor forma de chegar aos corais, sem dúvida, é voando direto para o aeroporto de Cairns. Um aeroporto de grande porte, recebe voos diretos de diversos destinos internacionais, além de conexões de Sydney e Melbourne, caso alguma dessas cidades seja seu destino inicial na Austrália.

      Grande Barreira de Coral Comentários

      9,1
      Soberbo (de 10) 10
      Nota média de 72 Comentário(s) Verificado(s) Apenas pessoas que fizeram a reserva pelo LiveAboard e participaram da viagem podem escrever comentários.
      Se inscreva já e receba ofertas semanais

      Obrigado por se inscrever - quer mais ofertas? siga-nos no facebook