Mergulho em live aboard em Palau

Palau Siren

Palau Siren

de US$ 419/ dia
9,1 "Soberbo"

MicronésiaUS$5,410 de

  • Nitrox Grátis

O SY Palau Siren, de 40m, foi construído especialmente para atender a mergulhadores exigentes, garantindo um live aboard perfeito para 16 pessoas.

    Palau Siren
    Ocean Hunter 3

    Ocean Hunter 3

    de US$ 436/ dia
    9,6 "Excepcional"

    MicronésiaUS$3,495 de

    O Ocean Hunter III é um live aboard personalizado para satisfazer mergulhadores exigentes. O barto tem 29m e 8 cabines espaçosas, equipadas com banheiro e ar condicionado.

      Ocean Hunter 3
      Rock Islands Aggressor

      Rock Islands Aggressor

      de US$ 229/ dia
      9,3 "Soberbo"

      MicronésiaUS$2,335 de

      O live aboard de última geração MV Rock Islands Aggressor tem 32m e foi feito para explorar as águas cristalinas de Palau. Mergulhe de incríveis esquifes.

      Rock Islands Aggressor

      O QUE ESPERAR DE UM LIVE ABOARD EM PALAU

      Curtir um live aboard em Palau é, sem dúvida, um item para constar na lista de “mergulhar sem falta” de todo mergulhador. A República de Palau é um país insular no Oeste do Oceano Pacífico, na Micronésia, com população de 21 mil habitantes. A capital é Ngerulmund e fica na ilha de Babeldaob. Mesmo assim, a maior cidade é Koror, com dois terços da população e recebendo a maior parte do fluxo de turistas. Palau é composta por 250 ilhas, sendo algumas delas parte do arquipélago que forma a cadeia ocidental das ilhas Carolinas da Micronésia. Live aboards em Palau visitam alguns dos pontos de mergulho mais incríveis do mundo, com intensa vida marinha. Do famoso Blue Corner aos naufrágios de Peleliu, live aboards na Micronésia oferecem diversos itinerários interessantes.

      Os primeiros habitantes de Palau foram os filipinos, que chegaram há mais de 3000 anos. Mas com a chegada dos europeus há 900 anos, diversas nações controlaram a exploração da área. A partir de 1947, Palau passou a fazer parte do Protetorado das Ilhas do Pacífico, sob administração americana, tendo sua independência conquistada em 1994. Com isso, o dólar americano é a moeda oficial. A população é uma mistura de japoneses, micronésios e melanésios com predominância dos idiomas palauano e inglês. As ilhas são em sua maioria de formação vulcânica ou de rochas calcárias, com uma área total de 465 km2. Uma das regiões mais importantes são as Rock islands, um fenômeno único em que uma floresta surgiu sobre ilhas calcárias agrupadas, criando uma local extraordinário para mergulhar e explorar.

      PALAU DEBAIXO D’ÁGUA

      Os live aboards em Palau tem muito a oferecer em sua diversidade de pontos de mergulho e vida marinha. Provavelmente o que você busca pode ser encontrado na região. Muitos recifes de Palau são lar de grandes cardumes de peixes coloridos que circulam pelas florestas de corais duros, corais moles e esponjas. Algumas das espécies maiores presentes no local são as tartarugas-verdes, tartarugas-de-pente, diversas espécies de tubarão incluindo o tubarão-de-galha-branca, o tubarão-cinzento-dos-recifes e o tubarão-leopardo. A cavala-wahoo, o peixe-napoleão e o peixe-mandarim também habitam o local. Também encontramos na região diversos naufrágios e outros artefatos da Segunda Guerra Mundial.

      PONTOS DE MERGULHO EM PALAU

      Palau tem muitos pontos de mergulho únicos onde encontramos uma vasta abundância de diferentes tipos de vida marinha. Em linhas gerais, a região oferece mergulhos em corais, paredões, mergulhos em corrente (drift dives), além de cavernas e naufrágios. Dentro dessas diferentes configurações, estima-se que vivem na região mais de 1300 espécies de peixes e mais de 700 de corais.

      BLUE CORNER: É provavelmente o mais famoso ponto de mergulho de Palau. Um cantinho natural, localizado nos recifes a sudoeste das ilhas de Palau e no extremo noroeste da Ilha Ngemelis. Fica a 46 km de Koror e oferece aos mergulhadores a chance de encontrar tubarões. Aqui também encontramos grandes cardumes de peixes e outros animais marinhos de grandes dimensões. Não é um local recomendado a mergulhadores iniciantes pois as mesmas correntes fortes que oferecem um ótimo ponto de drift diving também podem oferecer riscos aos menos experientes.

      GERMAN CHANNEL: Outro ponto bastante popular, esse canal foi criado quando os alemães precisavam transportar fósforo da lagoa para o oceano. O canal em si tem correntes muito fortes mas o ponto de mergulho fica na parte sudoeste da entrada. É, provavelmente, um dos melhores lugares do mundo para mergulhar com as arraias-manta, com suas envergaduras de até 3 metros.

      JELLYFISH LAKE: Mesmo não sendo um local de mergulho com garrafa, já que as bolhas poderiam ferir as águas-vivas, é uma oportunidade incrível de fazer snorkel e nadar em meio a milhões delas sem o risco de se machucar, já que as espécies que habitam o local não queimam a pele. Uma das experiências mais incríveis para se ter nas águas de Palau.

      NAUFRÁGIO DO IRO MARU: Um dos naufrágios disponíveis nos itinerários de Palau, um grande navio-tanque militar repousa entre 23 e 35 metros de profundidade. Incrustado de corais em seus canhões, o Iro Maru é somente um dos diversos naufrágios da região, a maior parte deles da Segunda Guerra Mundial e todos com seus próprios ecossistemas subaquáticos.

      CHANDELIER CAVES: Um sistema formado por cinco diferentes cavernas, todas com estalactites e estalagmites que lembram a forma de candelabros brilhantes. Para explorar as lindas cavernas é preciso ter uma boa lanterna e confiança em suas habilidades de mergulho.

      DICAS AOS MERGULHADORES

      A região tem três temporadas principais. A alta temporada vai de dezembro a março com tempo mais seco e condições do mar calmas e sem ondas. A temporada intermediária em abril, julho e agosto e outubro e novembro, quando os ventos ficam mais fortes e chove mais. E, finalmente, a baixa temporada, de maio, junho e setembro quando ocorre mais variação das condições climáticas mas em contrapartida os preços são mais baixos e o fluxo de turistas é menor. Muitos pontos de mergulho de Palau tem restrições específicas, como certificação de mergulho em naufrágios ou cavernas, então não deixe de verificar essas informações antes de viajar.

      CHEGANDO A PALAU

      Para chegar a esses lugares ou a qualquer outro Live aboard na Micronésia que passe por essa região, é necessário chegar primeiro a Koror, a maior cidade de Palau. O aeroporto fica na ilha de Babeldaob, conectada por uma ponte a Koror. O Roman Tmetuchl International Airport se conecta por voos para cinco origens e destinos, então para chegar a ele é necessário fazer escala nas Filipinas, Taiwan, Coréia do Sul, Japão ou Guam. Ao chegar a Palau, tudo acontece em Koror. A maior parte das lojas de mergulho, assim como as saídas de live aboards do porto de Malakal Harbor, são nessa cidade.

      Palau Comentários

      9,0
      Soberbo (de 10) 10
      Nota média de 15 Comentário(s) Verificado(s) Apenas pessoas que fizeram a reserva pelo LiveAboard e participaram da viagem podem escrever comentários.
      Se inscreva já e receba ofertas semanais

      Obrigado por se inscrever - quer mais ofertas? siga-nos no facebook