Cruzeiros de Aventura em Passagem Interior

Um cruzeiro pela Passagem Interior leva seus passageiros através de vários trechos ao longo da costa. A sessão da Passagem Interna do Alasca atinge cerca de 800 km de norte a sul e o pode alcançar 160 km de largura. O cenário espetacular inclui altas montanhas, geleiras reluzentes, fiordes profundos, ilhas remotas, florestas exuberantes e praias tranquilas. Não sobrará tempo para se entediar. Um paraíso para os amantes da natureza, aventureiros e para quem gosta de aprender sobre culturas diferentes.

O que ver e fazer em um cruzeiro na Passagem Interna

Em um cruzeiro na Passagem Interna você pode observar pássaros e vida selvagem abundante, tentar várias atividades ao ar livre, aprimorar suas habilidades fotográficas, passear, admirar as paisagens dramáticas e conhecer os membros das comunidades locais. Além disso, outras atividades incluem:

Parque Nacional da Baía Glacial - Patrimônio mundial da UNESCO e jóia preciosa do Alasca, o parque se entende por 105 km e apresenta belíssimas geleiras como as famosas John Hopkins e McBride. Mini Cruzeiros na Passagem Interior permitem que você observe de perto animais extraordinários como baleias,focas, leões marinhos, lontras, alces, ursos, lobos, pássaros e outras pequenas criaturas. Trilhas e caiaques também são ótimas opções.

Tracy Arm e Endicott Arm - Dois largos fiordes em Ford Terror Wilderness, que tem como destaque as Geleiras Sawyer, geleiras que frequentemente formam blocos de gelo que se soltam e despencam na água. As paisagens montanhosas são marcadas por manchas de floresta verdejante e cachoeiras em cascata. Você também poderá encontrar baleias, focas, ursos, cervos lobos e cabras das montanhas.

Frederick Sound - Frederick separa a Ilha Admiralty e a Ilha Kupreanof. Perfeito para observação de baleias,as Ilhas Five Fingers apresentam uma atraente vista de paisagens geladas.

Fiordes Misty - Verdadeiro monumento nacional, os precipícios gelados de Fiordes Misty vão impressionar você. Um mini cruzeiro pode passar tão perto de cachoeiras que você pode sentir o spray de sua poderosa queda d’água. Também é possível ver a rocha vulcânica de Eddystone e apreciar o canto dos pássaros do mar.

Passagem Stephens - No sudeste do Alaska, a Passagem Stephens é conhecida por seus maravilhosos visuais, repletos de sons,cheiros, baleias, leões marinhos e gaivotas. Águas profundas e montanhas elevadas se misturam para criar um sonho visual, com lindos prados e florestas exuberantes.

Gama de Atividades - Pegue um esquife ou caiaque e aventure-se pelo mar, sintonize-se com o tranquilidade do lugar e entregue-se às paisagens mágicas. Junte-se à uma caminhada guiada para aprender sobre a formação das diversas paisagens e sobre os animais que vivem nas áreas remotas. Descubra as tradições e costumes dos diferentes grupos, como os Tlingit e os Haida, veja os curiosos totens, visite centros culturais e muito mais.

Encontros com a vida selvagem - Cruzeiros nas Passagens Internas oferecem muitos encontros com animais. Se você é fascinado por aves ou outros seres marinhos, não haverá chances de não se impressionar. De enormes baleias até peixes menores, as águas geladas são super ecologicamente diversas. Em terra, é possível avistar ursos, lobos, cervos, doninhas, arminhos e pequenos roedores.

Dicas para seu cruzeiro na Passagem Interna

  • Não esqueça sua câmera para garantir o registro das belíssimas paisagens, como a Baía Glacial, suas geleiras magníficas.
  • Leve uma câmera para filmar os bloco de gelo despencando das geleiras de Sawyers e as atividades das baleias em Frederick Sound.
  • Binóculos podem te ajudar a identificar animais distantes.
  • Botas e sapatos robustos são necessários para as caminhadas.
  • Devido ao típico clima, certifique-se de levar muitas roupas de frio que podem ser vestidas sobrepostas. É recomendável investir em uma bolsa a prova d’água para manter seus objetos secos.

Melhor época para um Cruzeiro na Passagem Interior

Planeje com antecedência e reserve seu cruzeiro na Passagem Interna para os meses que melhor se ajustam aos seus interesses. A melhor época para visitar a Passagem Interior do Alasca e a Passagem Interior do Canadá é da primavera até o final do verão. As temperaturas são agradáveis e, especialmente no verão, os dias podem ser ensolarados e brilhantes. Saiba que, embora os meses chuvosos sejam geralmente de outubro a novembro, a área pode estar chuvosa durante todo o ano.

Você pode ver os animais migratórios que retornam na primavera e as flores selvagens que brotam nas florestas. O verão é a principal estação de acasalamento e nascimento de várias espécies. Divirta-se com focas à deriva em blocos de gelo, e aves ensinando os jovens a nadar e a voar. Também é a melhor época para observação de baleias e caminhadas, pois o terreno fica descongelado.

De onde partem os cruzeiros na Passagem Interna?

Os cruzeiros de aventura do Alaska geralmente parte de Sitka , Juneau , ou Ketchikan. Cada qual possui um aeroporto internacional, respectivamente: Aeroporto Sitka Rocky Gutirrez,(SIT), Aeroporto Internacional de Juneau (JNU) e Aeroporto Internacional de Ketchikan (KTN), com vôos diretos disponíveis para muitas cidades do Alasca. Muitos vôos diretos conectam o Alasca com os E.U.A, mas se você adicionar uma conexão, fica fácil chegar em muitos pontos de partida dos cruzeiros de muitos lugares dos E.U.A. os vôos que saem dos E.U.A geralmente pousam em Juneau, Anchorage e Fairbanks. Você também pode pegar um cruzeiro do Alasca partindo de Seattle e aumentar sua chances de chegar no Alasca antes que seu cruzeira saia.

Agende hoje seu próximo cruzeiro de Aventura na Passagem Interna, Alasca. Contate nosso time de reservas.