Mergulhos Live Aboard em Canary Islands

Apelidada de “terra da primavera eterna”, um live aboard nas Ilhas Canárias leva os mergulhadores às transparentes águas do Atlântico, ricas em vida marinha. A maioria dos live aboards nas Ilhas Canárias são barcos veleiros que hospedam grupos pequenos e oferecem uma experiência exclusiva.

 Os barcos fornecem uma jornada tranquila ao redor e entre as deslumbrantes ilhas vulcânicas que compõem o arquipélago.

O Que Esperar de um Live Aboard nas Ilhas Canárias

A maioria dos live aboards começa em Tenerife, que tem um litoral extremamente longo e diverso, com trechos de praias vulcânicas e penhascos dramáticos com paredões subaquáticos igualmente impressionantes.

Os live aboards de mergulho em Tenerife levam os hóspedes para vivenciar pérolas escondidas que só podem ser acessadas por barco. Um dos grandes destaques é velejar por “Los Gigantes”, as famosas formações rochosas à oeste da ilha.

Apesar de as Canárias serem um destino turístico muito apreciado, um live aboard de mergulho levará os hóspedes não apenas aos pontos de mergulho mais famosos, mas também aos locais mais remotos das ilhas.

Existem diversas partes das Ilhas Canárias que são menos populosas. A ilha La Gomera é especialmente famosa por seus mergulhos. Ela oferece não apenas uma vida marinha deslumbrante, mas também uma cultura única e uma beleza natural exuberante na própria ilha.

Os live aboards de mergulho nas Ilhas Canárias também darão aos hóspedes a chance de explorar as florestas enevoadas e as paisagens dramáticas do parque nacional em Garajonay.

 

As Ilhas Canárias Debaixo D’água

As águas em volta das ilhas de Tenerife e La Gomera abrigam uma linda mistura de impressionante topografia vulcânica e uma abundância de criaturas marinhas.

As paisagens vão de dramáticos complexos de cavernas à uma versão subaquática da “Calçada dos Gigantes” nas Ilhas Canárias.

Por causa das condições das águas oceânicas, os numerosos naufrágios espalhados pelo litoral estão bem preservados.

E graças às universidades locais que estudam os benefícios ecológicos de submergir objetos, há também diversos recifes artificiais afundados em torno das Ilhas Canárias. Você pode escolher de navios em desuso a formas estranhas em concreto e mais.

As Ilhas Canárias desfrutam de um clima mediterrâneo a maior parte do ano e de visibilidades de até 30 metros na água, embora a temperatura da água possa cair abaixo de 20 graus no inverno.

As correntes marinhas, apesar de mais fortes nos meses de verão, são fáceis de administrar e um live aboard de mergulho pode oferecer a oportunidade para agradáveis mergulhos em corrente quando a água está se movimentando mais rapidamente.

As correntes também favorecem a observação da vida marinha. Cardumes de peixes pelágicos, raias colossais, cações-anjo e as tartarugas verdes residentes aparecem em grandes números para aproveitar ao máximo estas correntes ricas em nutrientes.

 

Pontos de Mergulho nas Ilhas Canárias

Os mergulhadores que procuram explorar a dramática topografia subaquática terão muitas escolhas em um live aboard nas Ilhas Canárias.

Tenerife é lar de “La Catedral de Tenerife”. Esta formação vulcânica colossal é composta por um complexo de cavernas e arcos repletos de cardumes de peixes, lagostas e moreias.

Também lar de uma paisagem vulcânica fascinante, La Montaña Amarilla é uma parada popular em live aboards de mergulho em Tenerife. As ondas e cinzas vulcânicas amarelas criaram uma superfície tipo lunar única embaixo d’água, com platôs, espirais e cavernas para se atravessar.

Para os amantes de naufrágios, Tenerife tem o Tabaiba, que foi afundado como recife artificial, e o Condesito, que afundou – bem menos deliberadamente – em um cânion subaquático nos anos 70.

Ambos os naufrágios são substanciais em tamanho e abrigam roncadores, polvos e o divertido peixe-trombeta.

Os live aboards de mergulho em Gomera focam na riqueza da vida marinha que esta minúscula ilha tem a oferecer.

Mais remota do que outras partes do arquipélago, os pontos de mergulho de Gomera oferecem uma ampla gama de vida marinha e, em particular, uma das seleções de raias mais variadas das Ilhas Canárias.

Punta Espino, próximo ao porto de Playa Santiago, é um excelente ponto para raias. Raias-touro, raias-chita e tubarões-anjo todos podem ser encontrados aqui, aproveitando as sobras jogadas no mar pelos pescadores locais.

Para cardumes pelágicos e excelente vida macro, Roque de Herrero é o melhor local. Em um único ponto, você poderá ver barracudas, polvos e lagostas.

Em todo o litoral de Gomera e em volta de Tenerife, um live aboard nas Ilhas Canárias também oferece aos mergulhadores a chance de encontrar uma das criaturas mais amadas da ilha: a tartaruga.

As tartarugas são comumente vistas em muitos dos pontos de mergulho e muitas delas são até amigáveis, estando bem acostumadas com os mergulhadores.

 

Melhores Dicas para os Mergulhadores

Apesar do clima ensolarado consistente, as águas ao redor de Tenerife e La Gomera podem variar em temperatura entre as estações.

Nos meses de verão, a temperatura pode passar de 25 graus, mas no inverno, ela pode cair para em torno de 17 graus. Não deixe de verificar antes de escolher seu traje de neoprene.

E apesar de as correntes estarem longe de ser perigosas pelos padrões de muitos mergulhadores, vale à pena lembrar que as Canárias são oceânicas e, portanto, têm alguns autênticos mergulhos em corrente para oferecer.

 

Chegando às Ilhas Canárias

A popularidade das Ilhas Canárias enquanto resort turístico faz com que seja fácil e em conta chegar às ilhas principais, como Tenerife.

Os voos para o principal aeroporto de Tenerife, Tenerife South, estão disponíveis saindo da maioria das grandes cidades europeias.

Voos de conexão advindos de outros continentes geralmente envolvem uma parada em Madrid ou Londres. Há também a opção de viajar para Tenerife saindo de uma das outras ilhas.

Gran Canaria, Lanzarote e Fuerteventura todas têm balsas e voos regulares entre si.

Pode-se chegar a La Gomera através do aeroporto norte de Tenerife, que oferece voos curtos entre as ilhas, ou da balsa que sai de Santa Cruz.

O aeroporto de Gomera é bem pequeno, o que significa que ele só pode ser acessado por Tenerife e não oferece nenhum voo internacional direto.

A maioria dos live aboards de mergulho nas Ilhas Canárias saem e retornam para Tenerife.